Microempreendedor para Microempresa quando e como mudar - Seja Evo MEI para ME: quando e como mudar de microempreendedor para microempresa
Curiosidades Dicas para seu negócio

Microempreendedor para Microempresa quando e como mudar

Se você ainda não sabe quando e/ou como mudar de microempreendedor para microempresa, não se preocupe, estamos aqui para te ajudar!

Para os novos empresários é muito comum eventualmente surgirem algumas dúvidas sobre este assunto e vamos solucionar algumas delas para você nesse post!

Antes de tudo é importante que esteja bem clara a diferença entre os dois modelos de formalização. Veja no quadro abaixo:
IMAGEMEVOOOO

  1.  Regime tributário mais simples e devido ao recolhimento simplificado dos impostos, tende a ser uma ótima opção.
  2. Os impostos são calculados a partir do lucro efetivo adquirido no ano de exercício.
  3. A contabilização dos tributos é feita a partir de uma tabela pré-definida. 

Qual o momento certo de mudar?

IMAGEM3EVO

A melhor forma de saber se está na hora de mudar de microempreendedor para microempresa é com base no seu faturamento. Quando o limite ultrapassa R$ 81.000,00 e estima-se que a receita da nova formalização fique abaixo de R$ 360 mil por ano, automaticamente passa a corresponder à categoria ME e para isso é necessário solicitar um novo enquadramento.

Quando serão considerados alguns pontos: 

1º  Se o faturamento foi maior que R$ 81 mil por ano, seu negócio deverá ser formalizado como ME por meio de contrato social, na Junta Comercial. Como empresário, você poderá optar por um dos 3 regimes tributários disponíveis.

Os valores recolhidos serão proporcionais ao faturamento e existem limites pré definidas para categorizar as receitas. Assim  para casos em que o faturamento ultrapasse determinado limite padrão, os percentuais aplicados serão alterados. Você pode entender mais sobre isso neste link: (colocar um link que tenha uma boa matéria sobre o assunto) 

Então após conhecer e analisar as variáveis, você deve realizar a solicitação no Portal do Simples Nacional, onde um código de acesso será gerado para dar andamento ao registro do seu empreendimento, conforme o perfil da sua empresa. Enfim, basta se preparar para começar uma nova fase de sucesso!

IMAGEM2EVO

Além da migração por faturamento, certamente existem outras situações no seu negócio que também poderão te impulsionar a mudar de microempreendedor para microempresa:

  • Quando sua empresa expandir e for necessário abrir uma filial
  • Se você desejar se tornar sócio ou administrador de outro negócio.
  • Se o seu ramo de atuação não estiver dentro das ocupações permitidas.
  • Quando for necessário contratar mais de 01 colaborador.


Portanto para realizar a migração da sua formalização, por um dos motivos citados acima, consulte as informações no portal do SEBRAE, lá você encontrará todas as instruções necessárias para a transição do seu negócio. 

Afinal o que achou dessas dicas? Esperamos que tenha gostado.
Para ficar por dentro de mais informações sobre gestão de empresas e empreendedorismo, confira nossos outros posts: 

Como aumentar o fluxo de caixa do seu negócio

06 dicas de gestão financeira para pequenos negócios

05 dicas de como evitar fraudes com cartão na sua loja

Veja também

Sem comentários

    Deixe uma resposta

    %d blogueiros gostam disto: