Coronavírus: Como manter a higiene do seu estabelecimento - Seja Evo
COVID-19

Coronavírus: Como manter a higiene do seu estabelecimento

Você sabe quais medidas deve tomar para manter a higiene do seu estabelecimento em tempos de coronavírus? Hoje traremos dicas e orientações à empresas para a prevenção contra a disseminação do vírus.

Recentemente o Ministério da Saúde brasileiro lançou um Plano de Contingência Nacional por conta do novo Coronavírus – COVID-19. Diante do surto da doença, decretada como pandemia mundial, a população recebeu orientações para permanecer em suas casas e minimizar a propagação, entretanto, serviços essenciais como farmácias, padarias, supermercados e etc, ficam à disposição da população para fornecer acesso a itens imprescindíveis ao dia a dia.

Estes estabelecimentos precisam se munir de informações a fim de prepararem-se para atender os seus clientes de forma segura, seguindo as normas de higiene.

A seguir, compartilharemos um material informativo com dicas sobre a prevenção contra a disseminação da doença e que pode ser divulgado por qualquer estabelecimento a fim de informar os seus funcionários e clientes.

Orientações para empresas

• Sabonete e toalhas de papel nos banheiros do estabelecimento são essenciais, não deixe faltar.

• Disponibilize álcool gel nos ambientes onde não for possível a higienização das mãos com água e sabão.

• Aumente a frequência da limpeza de áreas comuns, como refeitórios e banheiros

• Higienize as maçanetas, corrimãos, pias e demais superfícies de contato frequente. Use sempre água e sabão, álcool 70%, ou algum produto de limpeza. Só tirar o pó não é o bastante.

• Estimule sua equipe de funcionários a se vacinar contra sarampo e gripe comum.

• Não faça viagens ao exterior. Se possível, substitua-as por videoconferência.

• Oriente seus funcionários sobre higiene e prevenção, eles precisam estar atentos, pois lidam diretamente com pessoas.

• Funcionários que possuem suspeita de contaminação pelo coronavírus devem ser orientados a procurar uma unidade de saúde e deve permanecer  em casa até a confirmação do diagnóstico. Segundo a Lei 13.979/2020, publicada em fevereiro deste ano, caso o funcionário esteja com os sintomas considere como falta justificada, sem qualquer prejuízo.

•O Ministério da Saúde mantém atualizado site em que esclarece boatos (fakenews) e WhatsApp (61 992894640)

Dicas de prevenção

• Lave as mãos com água e sabão com muita frequência se não tiver esse método de higiene utilize álcool 70%

• Utilize lenços descartáveis para higiene nasal

• Cubra o nariz e a boca com lenço descartável ou com o antebraço ao espirrar e tossir

• Evite tocar olhos, nariz e boca sem que as suas mãos estejam limpas.

Como podemos identificar um caso suspeito de contaminação pelo coronavírus?

Se visualizar as seguintes três características em seu funcionário, encaminhe o para uma unidade de saúde mais próxima com o máximo de urgência.

• Febre

• Sintomas respiratórios, como coriza, dor de garganta, espirro e tosse

• Viagem ao exterior ou contato direto com alguém que tenha viajado nos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sintomas.

Embora sejam tempos difíceis que temos vivido nas últimas semanas, o importante é unir forças para combater esse novo vírus, que vem causando desespero e mortes ao redor do mundo, então promova essas informações a fim de orientar a todos. Com higiene reforçada e precaução podemos combater o coronavírus salvando milhares de vidas.

Continue acompanhando nossas dicas, em nossas redes sociais!

Veja também

Sem comentários

    Deixe uma resposta

    %d blogueiros gostam disto: